BSB Energia

Turn Key

Sistemas Turn-Key para Serviços de Engenharia e Equipamentos de Energia: que é e como funciona

Gerenciar contratos é uma das tarefas comuns da construção civil, o que não a torna menos complicada. Lidar com os muitos detalhes de acordos com vários parceiros, fornecedores e clientes pode ser muito estressante.

Por conta disso, uma forma de contrato, chamada de Turn-Key, surgiu para facilitar a vida das empresas e simplificar a relação entre contratante e contratado.

A BSB Energia trás este conceito também para o mundo das obras envolvendo as soluções de energia para que a empresa-cliente possa cuidar de suas operações mais estratégicas, táticas e operacionais. Como usar esse modelo a seu favor?

O que é o regime Turn-Key?

A expressão Turn-Key vem do inglês e significa “Entrega de Chave”. Ela serve para descrever um tipo de contrato em que apenas um fornecedor é contratado para realizar o trabalho do início ao fim, do projeto a entrega da chave, por assim dizer.
Hoje ainda é muito comum as empresas escolherem diferentes parceiros para realizar aspectos específicos de uma obra. Mas isso pode gerar vários problemas, como:

  • Diferença de qualidade entre um serviço e outro;
    falta de padrão dos acabamentos;
  • Atraso em determinados setores;
  • Necessidade de refazer trabalhos já concluídos;
  • Entre outros.

Em resumo, ao analisar todos esses aspectos, fica claro que a colaboração com diversas empresas nem sempre representa a opção mais vantajosa em termos de custo-benefício. O modelo Turn-Key resolve essas questões, dispensando a necessidade de lidar com uma variedade de contratos diferentes que antes era preciso gerenciar.

BSB Energia

Funciona em 5 etapas

NOSSO PROCESSO

  • 01

    DEFINIÇÃO DO ESCOPO E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA SOLUÇÃO INTEGRADA​

    Utilizamos as normas de gestão NBR, Movimento Brasil Competitivo (MPE BRASIL) para a devida Governança da Gestão Integrada​ ​ ​

  • 02

    DESIGN E DESENVOLVIMENTO TÉCNICO ​

    Com base nas normas de qualidade e segurança, a equpe de projeto deve eleborar os planos de projetos para a implementação

  • 03

    EXECUÇÃO E MONITORAMENTO​

    A execução deve seguir rigorosamente as especificações do design e os padrões das normas. O monitoramento contínuo é crucial para assegurar a aderência às normas de segurança e qualidade, ajustando o projeto conforme necessário.

  • 04

    CONTROLE DE QUALIDADE E TESTE

    Garantir que tudo está funcionando conforme as especificações e em conformidade com as normas. Isso inclui testes de segurança, funcionamento e eficiência energética.​

  • 05

    ENTREGA PÓS IMPLANTAÇÃO

    Após a entrega, é importante realizar um acompanhamento para garantir a satisfação do cliente e o funcionamento adequado do sistema.​ ​ ​ ​

4 vantagens do contrato Turn Key

Há várias vantagens em trabalhar no modelo de contrato Turn Key. Veja quais são algumas delas:

1. Tempo menor de obra

A primeira vantagem é o tempo menor de obra. Afinal, com apenas uma empresa cuidando de todos os processos há menos burocracia e espaço para um planejamento mais eficiente das atividades.

É possível, por exemplo, mobilizar equipes para trabalhar ao mesmo tempo em diferentes partes do projeto sem que uma interfira na outra.

Fazer o mesmo com diferentes empresas envolve um esforço de coordenação muito maior.

Além disso, visto que a empresa contratada recebe pelo projeto entregue, o incentivo para que faça tudo dentro do prazo é ainda maior.

Por outro lado, em projetos tocados por vários prestadores de serviço, se um atrasa o trabalho do outro também pode ser comprometido.

2. Simplificação logística

A gestão de contratos com fornecedores e prestadores de serviço também fica mais eficaz quando há apenas uma empresa responsável por todas as etapas do projeto.

Nesse caso, você deve lidar com apenas um contrato, não uma série deles.

Quanto mais contratos você tiver de administrar, maior a complexidade logística da operação. Afinal, cada contrato precisa ser seguido à risca, com seus próprios termos e condições.

Qualquer descuido pode significar descumprir um acordo, o que pode causar consequências jurídicas e práticas, como paralisação do serviço ou cobrança de multa.

3. Menor custo de oportunidade

Pense também no custo de oportunidade quando comparar o modelo Turn Key com a diversificação de fornecedores.

Quando há mais de uma empresa executando a obra, o acompanhamento do contratante fica mais complexo.

Mas não basta acompanhar, é preciso entender o que está sendo feito e saber se está de acordo com o planejamento inicial. Isso exige maior conhecimento técnico do cliente.

Dependendo de quem for a pessoa que vai acompanhar o projeto, isso pode tomar tempo de outras atividades mais importantes para o objetivo da empresa contratante.

Já o trato com apenas uma empresa responsável por toda a obra é mais prático, consome menos tempo e permite que o cliente se dedique mais às suas atividades normais.

4. Integração de soluções

A primeira vantagem é o tempo menor de obra. Afinal, com apenas uma empresa cuidando de todos os processos há menos burocracia e espaço para um planejamento mais eficiente das atividades.

É possível, por exemplo, mobilizar equipes para trabalhar ao mesmo tempo em diferentes partes do projeto sem que uma interfira na outra.

Fazer o mesmo com diferentes empresas envolve um esforço de coordenação muito maior.

Além disso, visto que a empresa contratada recebe pelo projeto entregue, o incentivo para que faça tudo dentro do prazo é ainda maior.

Por outro lado, em projetos tocados por vários prestadores de serviço, se um atrasa o trabalho do outro também pode ser comprometido.

BSB Energia

Quais cuidados ter ao usar o Turn Key

Existem alguns cuidados para quem contrata e para quem oferece serviços em regime Turn-Key

Para quem contrata o grande cuidado com o Turn Key é a busca por um bom prestador de serviço. Caso contrário, esse modelo pode se tornar pior do que fatiar a obra entre vários empreiteiros.

No modelo de múltiplos parceiros, se um serviço fica ruim, só uma parte do trabalho foi comprometida. Além disso, existe a chance de pedir que outra empresa arrume o problema. Já no caso do Turn Key, um trabalho mal feito compromete tudo, sem chance de correção.

Já para quem oferece o serviço o principal cuidado é garantir a qualidade do serviço prestado para criar uma boa reputação no mercado e conseguir novos clientes. Isso envolve estruturar bem os processos, investir em estrutura e mão de obra qualificada.

Além disso, um cuidado válido para as duas partes é se atentar bem ao contrato. Deixar preços, prazos, atribuições e tudo que for relevante escrito antes é a melhor forma de evitar problemas no meio da obra. O regime de contrato Turn Key é uma simplificação mais do que bem-vinda para o setor de energia. Além de ganhar segurança jurídica, as empresas se beneficiam de maior agilidade e eficácia operacional. O único cuidado é buscar parceiros de confiança e manter a gestão da obra em dia, o que a BSB Energia faz de melhor em seus 12 anos de experiência em obras de engenharia com foco em soluções energéticas para ambientes de missão crítica. Desta maneira, cuidamos da Estratégia, definição de objetivos, alinhamento e implementação do seu projeto Turn-Key de Energia, do Tático, onde priorizamos os projetos, execução e transformação de processos para a execução da empreitada completa. E finalmente, na gestão operacional, a gestão da rotina de trabalho diária e resolução de problemas analíticos durante a gestão do trabalho no regime turn-key.

FALE COM O ANALISTA

Quer diminuir custos e aumentar a produtividade?

  • São numerosas as vantagens associadas à adoção
    do modelo de contrato Turn Key, também conhecido
    como empreitada integral.